REVISTA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE NOVA ESPERANÇA (RCSNE)

Abreviado: Rev. Cienc. Saúde Nova Esperança

ISSN: 2317-7160

Escopo e Objetivos – A Revista de Ciências da Saúde Nova Esperança, organizada pelas Faculdades Nova Esperança, é um periódico que tem como objetivo promover a ampliação de divulgação das pesquisas científicas realizadas pelas Instituições Nova Esperança e por outras instituições externas que desenvolvem ensino, pesquisa e extensão. Levar essas publicações ao alcance global, aprimorando o conhecimento dos profissionais das áreas das ciências da saúde e agrárias e psicologia. Tem circulação quadrimestral e recebe Artigos de pesquisa originais, Artigos de Revisão e Relatos de Caso Clínico.

Política Editorial – Os artigos submetidos à Revista de Ciências da Saúde Nova Esperança são selecionados pelo Editor Chefe, considerando em seu parecer o atendimento às normas para publicação, critérios de originalidade, relevância do tema, coerência científica e normas éticas em pesquisa humana e animal. Posteriormente, os artigos são encaminhados a, no mínimo, dois avaliadores ad hoc (pareceristas) externos a instituição editora, especialistas na área tratada no trabalho de pesquisa e sem a identificação dos autores, de modo a pares/ às cegas (Double blind peer review). Os textos encaminhados para publicação devem ser originais ou provenientes de dissertações e teses, não sendo permitido que o trabalho esteja submetido ou publicado em outro periódico.

Acesso aberto/livre – A Revista de Ciências da Saúde Nova Esperança é um periódico de acesso aberto, e todos os artigos estão disponíveis online de forma gratuita para leitura e download. O conteúdo do periódico está licenciado sob Licença Creative Commons: Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC 4.0).

Taxas para submissão e publicação de textos – A Revista de Ciências da Saúde Nova Esperança, editada pelas Faculdades Nova Esperança, não cobra nenhuma taxa por textos publicados e tampouco pelos submetidos para avaliação, revisão, publicação, distribuição ou download.

Indexação – O periódico possui indexação em:

REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) - é uma plataforma de agregação de conteúdos científicos e académicos, em formato eletrônico, produzidos no âmbito ibero-americano, ou ligados a ele num sentido cultural e social mais amplo e geograficamente não restritivo (link). A indexação pode ser verificada clicando aqui.

Periódicos Portal da Capes - O Portal de Periódicos, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), é uma biblioteca virtual que reúne e disponibiliza a instituições de ensino e pesquisa no Brasil o melhor da produção científica internacional. Ele conta com um acervo de mais de 45 mil títulos com texto completo, 130 bases referenciais, 12 bases dedicadas exclusivamente a patentes, além de livros, enciclopédias e obras de referência, normas técnicas, estatísticas e conteúdo audiovisual. A indexação pode ser verificada no link: Periódicos Capes

Sumários de Revistas Brasileiras - (Sumários.org) é uma base indexadora de periódicos científicos brasileiros. Resultado da retomada da série “Sumários Correntes Brasileiros”, pela Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto (FUNPEC-RP), antes desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciências e Tecnologia (IBICT). A indexação pode ser verificada clicando aqui.

Latindex – Sistema Regional de Informação para Revistas Científicas da América Latina, Caribe, Espanha e Portugal, dedicado ao registro e difusão de revistas acadêmicas editadas nos países ibero-americanos. O Latindex reúne informações bibliográficas sobre as publicações técnico-científicas da região e, por meio de recursos compartilhados, produz e dissemina padrões editoriais com vistas a elevar a qualidade dessas publicações. A indexação pode ser verificada clicando aqui. 

Google Scholar - Também chamado no Brasil, de Google Acadêmico, que é um banco de dados que se configura como um diretório de pesquisas a artigos científicos  de forma  de forma gratuita, proporcionando visibilidade e acessibilidade dos artigos para toda comunidade científico-acadêmica. Índice h = 9; Índice hi 10 = 8. Para verificar a indexação clique aqui.