CÂNCER DE MAMA: ANÁLISE DA MORTALIDADE E PERSPECTIVA DE TRATAMENTO

Palavras-chave: Neoplasias da mama, Taxa de Mortalidade, Citotoxicidade

Resumo

A taxa de mortalidade (TM) representa um dos principais indicadores da qualidade da assistência a pessoa com câncer de mama (CM), mostrando-se como um instrumento fundamental no delineamento e revisão das políticas voltadas à pessoa acometida pela doença. A abordagem terapêutica, por sua vez, representa um dos eixos primordiais à redução da mortalidade pela doença. Assim, o objetivo deste estudo é caracterizar o perfil da mortalidade por CM no Brasil, bem como propor uma nova alternativa terapêutica, baseada no uso de produtos naturais. Para isso, realizou-se um estudo documental-retrospectivo, descrevendo a distribuição da TM por CM no Brasil, durante o período de 1987 a 2016, considerando fatores como sexo e faixa etária; em consonância, também foi realizado um estudo experimental, de caráter quanti-qualitativo, para avaliar o potencial citotóxico da (S)-(+) carvona e da (R)-(-)-carvona em linhagens celulares de CM. Assim, constatou-se que a TM por CM no Brasil apresenta uma tendência crescente ao longo dos anos, independe de sexo e faixa etária. No entanto, observou-se que no sexo feminino houve um maior número de mortes e, no sexo masculino, uma maior progressão da TM ao longo dos anos. Ademais, a amplificação da mortalidade por CM ocorreu em conformidade com o aumento da idade, revelando uma relação de proporcionalidade entre esses dois fatores. Com relação à análise experimental, constatou-se que tanto a (S)-(+) carvona como a (R)-(-)-carvona revelaram-se citotóxicas às linhagens celulares de CM, apresentando um efeito dependente da concentração.

Publicado
2019-08-31
Como Citar
Macêdo, J., Lima Terceiro, L., & Dantas, B. (2019). CÂNCER DE MAMA: ANÁLISE DA MORTALIDADE E PERSPECTIVA DE TRATAMENTO. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 17(2), 06-18. https://doi.org/10.17695/revnevol17n2p06-18