TRABALHO DO ENFERMEIRO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE: CONHECIMENTO DOS FATORES ESTRESSORES

  • Gylvana Feitosa de Figueiredo Siqueira
  • Anne Jaquelyne Roque Barrêto
  • Maria Sueli Menezes
  • Salmana Rianne Pereira Alves
  • Fabiana Ferraz Queiroga Freitas
Palavras-chave: Enfermagem, Saúde do trabalhador, Estratégia Saúde da Família

Resumo

O estresse do enfermeiro da atenção primária de saúde está relacionado a diversos fatores de risco como de natureza física, química e biológica. Este estudo teve como objetivo: conhecer os fatores estressores que influenciam no estresse de enfermeiros assistencialistas da atenção primária em saúde. De natureza exploratória, com abordagem qualitativa, desenvolvido nos serviços de Atenção Primária em Saúde dos municípios de Sumé e Monteiro, localizados no estado da Paraíba, com dez enfermeiros, durante o mês de outubro de 2011, utilizando-se para coleta de dados um roteiro de entrevista. A análise ocorreu por meio da técnica da Análise de Conteúdo de Bardin. Identificaram-se três categorias: trabalho do enfermeiro e os aspectos que influenciam para o desenvolvimento de estresse; adoecimento experienciado pelos enfermeiros no processo de trabalho; medidas que influenciam para diminuição dos fatores que causam estresse. Os enfermeiros apresentam-se insatisfeitos com as condições de trabalho que lhes são oferecidas, as quais influenciam o desenvolvimento de estresse. Constatou-se, então, a necessidade de implantar políticas de saúde voltadas à saúde dos trabalhadores.

Publicado
2013-08-15
Como Citar
Figueiredo Siqueira, G., Roque Barrêto, A., Menezes, M., Pereira Alves, S., & Queiroga Freitas, F. (2013). TRABALHO DO ENFERMEIRO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA EM SAÚDE: CONHECIMENTO DOS FATORES ESTRESSORES. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 11(2), 72 - 85. https://doi.org/10.17695/revcsnevol11n2p72 - 85
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>