PERCEPÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM SOBRE INFECÇÃO HOSPITALAR

  • Iarla Ferreira Pinho da Silva Alencar
  • Layanne Cabral da Cunha Araújo
  • Dayanne Ricelli de Lima Nóbrega Alencar
Palavras-chave: Profissional de saúde., Cuidados de enfermagem., Infecção hospitalar.

Resumo

A infecção hospitalar (IH) é adquirida pelo paciente, após sua admissão na instituição hospitalar, mesmo se manifestando, após a alta e desde que esteja relacionada com a hospitalização. O estudo tem como objetivo descrever a percepção dos profissionais de enfermagem acerca da IH. A pesquisa é de natureza exploratória e descritiva, com abordagem quantitativa, e foi desenvolvida com 35 profissionais de enfermagem que atuam no Hospital Regional Deputado Janduhy Carneiro, Patos- PB. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista escrita e os dados foram representados por meio de tabelas e gráficos. Dentre os resultados obtidos, revelou-se que existem casos de IH na Instituição, porém eles não são notificados. De acordo com a visão dos profissionais, é nas clínicas que ocorre o maior número de casos de IH e as infecções respiratórias são as que ocorrem com maior frequência. Os métodos de prevenção e controle das IHs mais utilizados pelos entrevistados foram a lavagem das mãos, o uso de luvas e máscaras. Além disso, mostrou-se a falta de atuação da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), a falta de conhecimento sobre a elaboração de um regimento interno para a CCIH e a inexistência de treinamento dos profissionais de enfermagem para as medidas de controle das IHs. Portanto, este estudo constatou a necessidade de atuação de uma CCIH, para que o serviço prestado aos pacientes não ofereça riscos, que podem ser evitados, quando se tem uma equipe capacitada para prestar uma assistência de qualidade.

Publicado
2019-02-14
Como Citar
Alencar, I., Cunha Araújo, L., & Nóbrega Alencar, D. (2019). PERCEPÇÃO DE PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM SOBRE INFECÇÃO HOSPITALAR. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 14(2), 68-83. Recuperado de https://revista.facene.com.br/index.php/revistane/article/view/93
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original