ALTERAÇÕES CITOLÓGICAS DEVIDO AO CÂNCER DE COLO UTERINO ESCAMOSO DECORRENTE DE INFECÇÃO PELO VÍRUS HPV

  • Candice Carolina de Mesquita Costa
  • Cynthia Karina de Mesquita Costa
  • Hanna Letícia Nogueira Ramos
  • Maria Leonilia Albuquerque Machado Amorim
Palavras-chave: Papilomavírus humano., Prevenção de doenças transmissíveis., Câncer do colo do útero.

Resumo

A infecção pelo papilomavírus humano (HPV) tem sido descrita, pela Organização Mundial de Saúde, como um dos principais fatores de ocorrência do carcinoma de colo uterino. A integração do DNA do HPV desregula a expressão do E6 e E7, que interage com genes supressores tumorais, ativando mecanismos que permitem a indução da carcinogênese cervical, acarretando diversas alterações histológicas. Podem ser citados, portanto, vários estágios de carcinogênese cervical provocados pela ação do vírus HPV. São eles: lesões intra-epiteliais escamosas de baixo grau; de alto grau; displasia moderada; displasia acentuada e carcinoma invasor. Todas essas fases cursam com modificações na histologia do colo do útero, de menor a maior grau, sendo de extrema importância a detecção precoce delas, através da realização de exames preventivos, como o Papanicolau. Só assim, poderá ser feita a avaliação do estado da paciente, bem como a adoção de condutas terapêuticas específicas para o estágio em que a doença se encontra. O estudo trata-se de uma revisão de literatura, tendo sido consultadas bases de dados como: MeDLine, LILACS e SciELO.

Publicado
2016-12-20
Como Citar
Costa, C., Costa, C. K., Ramos, H. L., & Amorim, M. L. A. (2016). ALTERAÇÕES CITOLÓGICAS DEVIDO AO CÂNCER DE COLO UTERINO ESCAMOSO DECORRENTE DE INFECÇÃO PELO VÍRUS HPV. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 14(3 - especi), 2-9. https://doi.org/10.17695/revcsnevol14n3 - especip2-9
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original