SÍNDROME INFLAMATÓRIA MULTISSISTÊMICA ASSOCIADA AO SARS-CoV-2 EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES: UMA SÉRIE DE CASOS

MULTISYSTEM INFLAMMATORY SYNDROME RELATED TO SARS-COV-2 IN CHILDREN AND ADOLESCENTS: A CASE SERIES

Palavras-chave: Infecções por Coronavírus, Inflamação, Pediatria

Resumo

A COVID-19, doença causada pelo SARS-CoV-2 é considerada uma crise global de saúde pública, iniciou-se em março de 2020. De acordo com as publicações iniciais, as crianças eram poupadas da COVID-19 grave, mas relatos recentes de crianças desenvolvendo a síndrome inflamatória multissistêmica, associada ao SARS-CoV-2 (MIS-C), começaram a ser publicados. O mecanismo da MIS-C ainda não está claro. É uma doença recente em crianças e adolescentes, mas sabe-se que tem uma apresentação clínica muito semelhante a outras condições inflamatórias pediátricas como a síndrome de Kawasaki, Kawasaki incompleto, síndrome do choque tóxico, sepse bacteriana e síndrome de ativação macrofágica. Neste estudo, os autores objetivam descrever as evidências clínicas e epidemiológicas encontradas sobre essa síndrome e sua associação com SARS-CoV-2, através da descrição de 7 casos de pacientes com MIS-C, acompanhados em uma unidade pediátrica. Foram descritos fatores clínicos, achados laboratoriais e tratamento para todos os pacientes e utilizados os critérios para a MIS-C, estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Todos os 7 pacientes apresentaram febre, que variou de 4 a 10 dias. 4 pacientes evoluíram com choque hipotensivo. Rush cutâneo, conjuntivite, sintomas respiratórios e edema de extremidades ocorreram em 3 pacientes. Odinofagia esteve presente em dois casos. Entre os sintomas neurológicos, somente 1 paciente evoluiu com confusão mental. O estudo relatou a experiência de uma unidade de pediatria no seguimento de 7 pacientes diagnosticados com MIS-C, sendo 6 pacientes com evidências de infecção anterior por SARS-CoV-2 e sintomatologia diversa. Esses resultados apoiam esta síndrome como uma entidade clínica potencialmente impulsionada por uma resposta imunológica desordenada após infecção por SARS-CoV-2. Dados epidemiológicos e clínicos adicionais podem esclarecer a prevalência da MIS-C e sua associação com SARS-CoV-2.

Publicado
2021-12-28
Como Citar
Albuquerque, W., & Oliveira, A. (2021). SÍNDROME INFLAMATÓRIA MULTISSISTÊMICA ASSOCIADA AO SARS-CoV-2 EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES: UMA SÉRIE DE CASOS. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 19(3), 229-240. https://doi.org/10.17695/rcsnevol19n3p229-240
Seção
Ciências da Saúde/Relato de Caso