EXPERIÊNCIA DE CUIDADORES NO CONVÍVIO COM VÍTIMA DE QUEIMADURAS

  • Rosa Cristina Farias da Silva
  • Paulo Emanuel Silva
  • Nereide de Andrade Virgínio
  • Claudia Germana Virgínio de Souto
Palavras-chave: Experiência., Cuidadores., Queimaduras.

Resumo

Nos últimos tempos, com o aumento de vítimas com queimaduras, torna-se imperativo o investimento na qualidade da assistência de profissionais (cuidadores). Neste sentido, exige-se do profissional maior dedicação, disposição para a prestação dos cuidados, e qualidade na prestação desse cuidado. Neste sentido, conhecer o cuidador dos pacientes queimados, suas dificuldades, limitações e necessidades ajudam na prestação de assistência a esse grupo vulnerável. Trata-se de uma pesquisa exploratório-descritiva, de campo, com abordagem qualitativa, realizada no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena com 20 cuidadores. O estudo foi realizado após a aprovação do CEP/FACENE, sob CAEE nº. 48400215.1.0000.5179. Para analisar os dados, foi empregada a técnica de Análise de Conteúdo. Dentro dessa análise, foi utilizada a modalidade temática, que consiste em descobrir os núcleos dos sentidos que compõem uma comunicação, cuja presença ou frequência signifique alguma coisa para o objetivo analítico escolhido. Os resultados apontaram que houve mudanças na rotina familiar, angústia diante o tratamento e expectativas do familiar quanto às sequelas do acidente. O estudo permitiu verificar que o portador de queimaduras, dependendo do seu contexto social, pode ser cuidado por profissionais especializados ou por cuidadores de sua própria família. Entretanto, o estudo mostrou que, apesar de todas as dificuldades, o familiar cuidador é o principal ator, elemento fundamental para o tratamento do paciente queimado, tornando-se desta forma o apoio mais importante para o paciente.

Publicado
2019-02-14
Como Citar
Silva, R., Silva, P., Virgínio, N., & Souto, C. G. (2019). EXPERIÊNCIA DE CUIDADORES NO CONVÍVIO COM VÍTIMA DE QUEIMADURAS. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 14(2), 51-67. Recuperado de https://revista.facene.com.br/index.php/revistane/article/view/92
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 3 4 > >>