ANÁLISE DA DOENÇA ATEROMATOSA DA MACRO E MICROCIRCULAÇÃO CORRELACIONANDO COM A SÍNDROME DE LERICHE

  • Isadora Ísis Fernandes Vieira
  • Gabriel Rocha de Souza
  • Alexandre Mello Freire de Santana
  • Eduardo Franklin Cavalcanti Cordeiro
  • Bruna Pires de Assis Dantas
  • Lenine Ângelo Alves Silva
Palavras-chave: Aterosclerose, Síndrome de Leriche, Claudicação, Circulação Sanguínea, Artéria Ilíaca

Resumo

A aterosclerose é caracterizada por lesões na camada íntima do vaso, os ateromas ou placas fibroadiposas se projetam para o interior do vaso, obstruem o lúmen vascular e enfraquecem a média subjacente. Um caso relacionado à fisiopatologia da aterosclerose é a Síndrome de Leriche, que consiste no agravo vascular, geralmente associado a uma arteriosclerose sistêmica, acomete principalmente as artérias ilíacas, as quais ocorrem obstrução parcial ou completa, comprometendo assim a irrigação dos membros inferiores e da pelve. Com a deficiência de vascularização há hipóxia das regiões afetadas podendo levar a necrose tecidual e consequentemente perda de função como impotência e infertilidade. A claudicação
intermitente, presente em pacientes que sofrem deste mal, geralmente ocorre como dor na panturrilha, em obstruções mais altas, esta dor se estenderá para a região glútea e para a parte superior das coxas. O presente trabalho objetiva analisar a doença ateromatosa da macro e microcirculação e correlacionar com a Síndrome de Leriche, realizou-se então a dissecção cadavérica.Trata-se de uma pesquisa descritiva exploratória com abordagem qualitativa a partir da dissecação de um cadáver adulto do laboratório da FAMENE/PB, feito entre agosto a outubro do ano de 2011, utilizou-se látex, cateter nº 6, seringa 10ml, além de material usual de dissecação, assim como técnicas adequadas para este fim. A dissecação da Aorta abdominal, Aa. Carótidas, Aa. Renais, Aa. Coronárias e Aa. Ilíacas evidenciou placas de ateroma em sua parede, mostrando que o cadáver em questão possuía Doença Aterosclerótica. Percebeu-se com esse estudo a importância da anatomia para o melhor entendimento de algumas doenças e suas características anatômicas.

Publicado
2015-06-15
Como Citar
Fernandes Vieira, I., de Souza, G., Freire de Santana, A., Cavalcanti Cordeiro, E., Assis Dantas, B., & Alves Silva, L. (2015). ANÁLISE DA DOENÇA ATEROMATOSA DA MACRO E MICROCIRCULAÇÃO CORRELACIONANDO COM A SÍNDROME DE LERICHE. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 13(1), 102 - 109. https://doi.org/10.17695/revcsnevol13n1p102 - 109
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##