FITOTERAPIA COMO ALTERNATIVA TERAPÊUTICA NO COMBATE À OBESIDADE

  • Naiana Weisheime
  • Pedro Ferraz da Costa Filho
  • Racire Porto da Cunha Neves
  • Rayanny Madhay de Sousa
  • Danielle Serafim Pinto
  • Vanine Mota Lemos
Palavras-chave: Fitoterapia, Plantas medicinais, Camellia sinensis, Phaseolus vulgaris., Cynara scolymus

Resumo

A obesidade é uma doença crônica, multifatorial, associada a diversas patologias e ao aumento da taxa de mortalidade, representando um problema de saúde pública mundial. O uso de plantas medicinais têm se mostrado eficaz no tratamento desta patologia, gerando, nos últimos anos, um aumento na utilização e estudo de fitoterápicos com finalidade terapêutica no processo de emagrecimento. No entanto, apesar do amplo uso desses produtos, pouco se sabe sobre os efeitos destas plantas em seres humanos e sua validação no tratamento da doença. Grande parte dos estudos realizados com fitoterápicos cita a Camelia sinensis (Chá verde), Cynara scolymus (Alcachofra) e Phaseolus vulgaris (feijão branco) como sendo eficazes no tratamento da obesidade e na perda de peso. Neste contexto, o presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de identificar e caracterizar alguns fitoterápicos ou espécies vegetais, como as anteriormente citadas, que possam ser utilizados no tratamento da obesidade, ressaltando a importância da fitoterapia como alternativa viável, acessível, segura, eficaz e de baixo custo. Para tanto, foi realizado um levantamento bibliográfico através da análise de artigos científicos obtidos nas bases de dados SciELO e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Pôde-se observar que estas plantas atuam efetivamente na redução do peso corporal, porém por mecanismos de ação diferenciados. Entretanto, apesar da vasta utilização destes produtos, ainda não se iniciou pesquisas científicas que garantam maior segurança no seu uso. Vale ressaltar que apesar de serem produtos naturais, não estão isentos de efeitos adversos, contraindicações e interações com nutrientes ou outros medicamentos. Portanto, em virtude das consequências que a obesidade pode trazer para a saúde geral do indivíduo e por sua alta incidência na atualidade, tornase relevante abordar alternativas terapêuticas para esta condição patológica, a fim de que todos que necessitam tenham acesso a um tratamento seguro, eficaz e de baixo custo.

Publicado
2015-06-15
Como Citar
Weisheime, N., Ferraz da Costa Filho, P., Neves, R., Sousa, R., Pinto, D., & Lemos, V. (2015). FITOTERAPIA COMO ALTERNATIVA TERAPÊUTICA NO COMBATE À OBESIDADE. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 13(1), 110 - 118. https://doi.org/10.17695/revcsnevol13n1p110 - 118
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##