CONHECIMENTO DO CLIMATÉRIO ENTRE USUÁRIAS DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA

Palavras-chave: Climatério, Promoção da Saúde, Enfermagem, Saúde da Mulher

Resumo

Eventos importantes marcam o processo de vida das mulheres enquanto enfrentam mudanças orgânicas e psíquicas relacionadas aos ciclos vitais, a exemplo do climatério. O objetivo desse estudo é descrever o perfil sociodemográfico de mulheres climatéricas atendidas na Estratégia de Saúde da Família e constatar o conhecimento das entrevistadas a respeito dessa fase. A pesquisa é descritiva com abordagem quantitativa, realizada em unidade de saúde do município de João Pessoa- PB. A população foi constituída por 894 mulheres, no período do climatério, cadastradas na unidade. Foi definida uma amostra de 100 mulheres, de acordo com cálculo amostral e critérios para realização do estudo. Foi aplicado como instrumento de coleta de dados um questionário com quesitos sociodemográficos e interrogativas acerca do climatério. De acordo com os resultados, a maioria das entrevistadas são casadas (56%), com ensino médio (57%), donas do lar (37%) e 50% informaram ser católicas. Em referência ao climatério, 63% informaram possuir conhecimento sobre o tema, 77% informaram que o climatério não é doença embora 73% acreditam que os sintomas não podem ser evitados. Verificou-se um percentual significativo de mulheres climatéricas em atendimento em unidades básicas de saúde e que essas mulheres não têm clareza a respeito das modificações e necessidade associadas à fase.

Publicado
2020-12-21
Como Citar
de Souza Joventino, M., da Silva, R., Trigueiro, D., & Pereira, V. (2020). CONHECIMENTO DO CLIMATÉRIO ENTRE USUÁRIAS DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 18(3), 166-175. https://doi.org/10.17695/rcsnevol18n3p166-175
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##