CABEÇAS SUPRANUMERÁRIAS DO BÍCEPS BRAQUIAL

REVISÃO DA LITERATURA

  • Nereu Alves Lacerda
  • Débora Gonçalves de Galiza
  • Igor Souza Pessoa da Costa
  • João Felipe da Luz Neto
  • Talles Thadeu Braz Bezerra
  • Eulâmpia José da Silva Neto
Palavras-chave: Membro superior., Variação Anatômica ., Compressão nervosa

Resumo

O músculo bíceps braquial possui duas cabeças. Em termos de número e morfologia de cabeças, ele é o músculo que mais varia no corpo humano. As cabeças supranumerárias podem resultar em um aumento da força na supinação e flexão do antebraço. Elas podem causar uma compressão neurovascular de estruturas porque estão em contato íntimo com a artéria braquial e o nervo mediano. A variação anatômica mais comum do bíceps braquial, que é a inserção de uma terceira cabeça na face medial do úmero distal, ou a inserção do coracobraquial tem sido descrita por vários autores, mas pode haver mais. Três, Quatro, cinco ou seis cabeças originam-se do corpo do úmero onde se insere o coracobraquial e se inserem na parte distal da cabeça curta do bíceps braquial. A compreensão da existência das cabeças supranumerárias podem influenciar no diagnóstico pré-operatório e na cirurgia do membro superior. A metodologia consistiu em uma busca a base de dados Scielo. O objetivo foi realizar uma revisão bibliográfica já que ainda não há literatura sobre o tema em língua portuguesa.

Publicado
2019-02-14
Como Citar
Lacerda, N., de Galiza, D., Pessoa da Costa, I., da Luz Neto, J., Braz Bezerra, T., & Silva Neto, E. (2019). CABEÇAS SUPRANUMERÁRIAS DO BÍCEPS BRAQUIAL. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 14(2), 32-36. https://doi.org/10.17695/rev ciên saúde nova esperança/issn.2317-7160.142a201632-36
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##