PARTO NOSSO DE CADA DIA: UM OLHAR SOBRE AS TRANSFORMAÇÕES E PERSPECTIVAS DA ASSISTÊNCIA

  • Monise Gleyce de Araujo Pontes
  • Gigliola Marcos Bernardo de Lima
  • Izayana Pereira Feitosa
  • Janaína Von Söhsten Trigueiro
Palavras-chave: História, Parto, Mulher, Obstetrícia

Resumo

O parir e nascer são eventos naturais, envoltos por significados culturais diversos, que acompanham a história da própria humanidade, e, particularmente, da própria mulher. A historicidade da assistência ao parto inicia-se com a acumulação do saber inato das próprias mulheres que auxiliavam as parturientes durante o nascimento. Estudo desenvolvido a partir da reflexão dos autores quanto às transformações, levando-se em consideração os procedimentos adotados na assistência obstétrica através dos anos. Objetivando-se avaliar como ocorreu a evolução da parturição
frente às mudanças no modelo assistencial obstétrico. Apresenta-se metodologicamente como uma pesquisa do tipo revisão bibliográfica, foram selecionados artigos e outras produções científicas (dissertações e teses) em base de dados nacionais, utilizando-se os seguintes descritores: mulher, parto, humanização. Presentes em pesquisas acadêmicas tendo como eixo condutor o conhecimento da evolução histórica a premissa do conceito de assistência ao parto. Como resultados e discussões, reconhecemos que o cuidado direcionado ao binômio mãe-filho, no momento do nascimento, sofreu grandes transformações historicamente, decorrentes entre outras coisas de sua institucionalização, medicalização, inserção tecnológica e da medicina, que somados tornaram este processo mecanizado e impessoal. O conceito do modelo humanístico fortalecido pelo Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento (PHPN) é baseado nas Recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), que busca a implementação de práticas que visem à promoção de partos e nascimentos saudáveis. Consideramos que a assistência obstétrica ideal tem um percurso ainda minucioso pela frente, que será consolidado apenas quando cada ator envolvido neste processo entender o seu papel na cena, gerando, com este enfoque, uma assistência menos intervencionista, que promova o empoderamento materno e garanta à mulher sua autonomia e a preservação de seus direitos.

Publicado
2014-06-15
Como Citar
de Araujo Pontes, M., Bernardo de Lima, G., Feitosa, I., & Söhsten Trigueiro, J. (2014). PARTO NOSSO DE CADA DIA: UM OLHAR SOBRE AS TRANSFORMAÇÕES E PERSPECTIVAS DA ASSISTÊNCIA. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 12(1), 71 - 80. https://doi.org/10.17695/revnevol12n1p71 - 80
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##