INFECÇÃO CRUZADA NO CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA À LUZ DA LITERATURA

  • Adriana Montenegro de Albuquerque
  • Anna Paula Medeiros de Souza
  • Isolda Maria Barros Torquato
  • Janaína Von Söhsten Trigueiro
  • Jocelly de Araújo Ferreira
  • Marclineide Andrade Nóbrega Ramalho
Palavras-chave: Infecção Hospitalar, Centro de Terapia Intensiva, Cuidados de Enfermagem, Prevenção & Controle, Lavagem de mãos

Resumo

A Unidade de Terapia Intensiva é um setor complexo cuja função é assistir pacientes em estado clínico grave utilizando tecnologias avançadas e profissionais especializados. A pesquisa trata-se de uma revisão bibliográfica sobre infecção cruzada no Centro de Terapia Intensiva. Os objetivos são relacionar a infecção hospitalar com a infecção cruzada no Centro de Terapia Intensiva; identificar na literatura a atuação do enfermeiro mediante a infecção cruzada no Centro de Terapia Intensiva. A coleta de dados foi realizada com base em artigos científicos e base de dados online (SCIELO, LILACS, Ministério da Saúde, ANVISA) e livros. Esta pesquisa foi realizada no período de agosto de 2011 a maio de 2012, considerando como critério de inclusão os artigos e livros entre 2005 a 2012. A equipe de enfermagem é responsável pela maioria dos procedimentos realizados diariamente aos pacientes em Terapia Intensiva e tem sua assistência constantemente desafiada por microorganismos causadores de infecções relacionadas a procedimentos invasivos e responsáveis pelo aumento da morbi-mortalidade. Devido à realização de uma assistência inadequada, os pacientes internados estão mais predisponentes a adquirirem infecção cruzada. A higienização das mãos é a única medida mundialmente reconhecida como capaz de reduzir as taxas de infecções hospitalares. O uso de equipamentos de proteção individual também é considerado uma medida de prevenção contra contaminação de caráter coletivo. É importante que os enfermeiros de Centro de Terapia Intensiva detenham o conhecimento
específico sobre Infecção Hospitalar destacando a Infecção Cruzada para o seu
controle, através da prevenção, reforçando a importância das pesquisas e educação
continuada sobre a temática, como forma de avaliar e capacitar estes profissionais.

Publicado
2013-06-15
Como Citar
de Albuquerque, A., de Souza, A. P., Barros Torquato, I., Söhsten Trigueiro, J., Ferreira, J., & Nóbrega Ramalho, M. (2013). INFECÇÃO CRUZADA NO CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA À LUZ DA LITERATURA. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 11(1), 81 - 90. https://doi.org/10.17695/revnevol11n1p81 - 90
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##